Mundo Ela

Escorpião, é preciso morrer para nascer

escorpião

Foto: Pixabay

O ciclo dos signos regidos pelos planetas pessoais (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus e Marte) encerra-se no signo de Escorpião, cuja missão é dar fim às etapas para que a renovação seja feita.

É preciso muita força e coragem para assumir tal tarefa, por isso, Escorpião tem sua regência no planeta da guerra e bravura, Marte, mas, diferente de seu co-regente Áries, que age de maneira inconsequente e se combusta rapidamente, Escorpião é um signo constante, estratégico e calculista.

O elemento

Do elemento água, ele é capaz de manter-se friamente focado em seu caminho independentemente dos obstáculos; se desviando, absorvendo, penetrando e mudando sua forma, sem perder sua integridade. Essa água se refere ao rio subterrâneo, do fundo da terra, que nem mesmo sabemos que existe.

Além disso, Escorpião possui modalidade fixa e, nesse caso, podemos nos perguntar como o signo da mudança e dos términos pode ser fixo. Bem, como dito pelo filósofo grego Heráclito de Éfeso: “Não há nada mais permanente do que a mudança” além disso, de todas as certezas que temos, a mais certa de todas é que tudo tem um fim.

Os assuntos

Os assuntos deste signo são o desencadeamento dos tratados pelo seu antecessor – Libra. Se lá houve o julgamento aqui ocorre o cumprimento da sentença, a penalidade, para que a justiça seja cumprida; da parceria profissional vem a fusão das empresas; o firmamento das relações tem seu desfecho: a intimidade e a seguir a separação (em vida ou não, mas há); as regras sociais e o convívio humano têm consequências maléficas ao indivíduo como a marginalização, busca pelo poder, deformidade dos méritos; e assim, sucessivamente. Escorpião vem e trás tudo isso à tona!

Ele expõe os assuntos profundos que ninguém quer falar. Os tais tabus: sexo, vícios, morte, poder…

Este é um signo muito magnético e sensual. Com seu ar de mistério e poder quase sobrenatural, ele é atraente e exala sexualidade.

A diferença entre Escorpião e os outros signos é que ele admite as sombras e sabe lidar com elas. Ele investiga, reconhece o oculto e se aprofunda nele, lançando luz à escuridão humana e encarando o submundo com intensidade inigualável. Sendo assim, ele possui um potencial evolutivo inimaginável, mas, também, um caminho denso e muito desafiador.

Afinal, o valor da vida não está na certeza da morte? Para melhorar algo não é preciso identificar o que está ruim? Como curar uma doença sem obter o dolorido diagnóstico?

Escorpião é uma fonte de cura.

Com sua visão noturna, ele enxerga além do que os olhos podem alcançar e, de maneira psíquica e alquimista, suas pinças são bisturis cirurgicamente precisos e seu veneno, o antídoto.

O que Escorpião tem a aprender com o mundo?

A suavizar seu impacto.

Em seu oposto complementar Touro, Escorpião encontra o bem estar, o agrado ao corpo e o afago aos sentidos, ou seja, os analgésicos convenientes em períodos de tratamentos dolorosos.

Então, escorpianos, a anestesia cai bem durante uma cirurgia. Fica a dica.

Além disso, este signo precisa aprender a confiar tanto na vida quanto nas pessoas.

Por saber da existência da escuridão, Escorpião pode desconfiar demais e desenvolver um medo que o leva a atitudes obsessivas (mental, material e/ou espiritual), autodestrutivas e ao fanatismo ao ocultismo. Esse medo pode torná-lo, também, dominador ou compulsivivo na busca pelo prazer, seja comendo, comprando ou com relações sexuais.

Outro desequilíbrio possível é o apego aos sentimentos negativos que encontra pelo caminho fazendo-o rancoroso e impiedoso quando de sua missão de cumprir a sentença dada pela justiça de Libra.

O que Escorpião tem a oferecer ao mundo?

O poder da regeneração.

Seja simbolizado pela fênix, que se combusta e renasce das próprias cinzas, ou a lagarta, que passa pela fase crisálida até se transformar em uma sublime borboleta, os arquétipos de Escorpião são as ressurreições decorrentes das crises e traumas, os quais são oportunidades de olharmos para dentro de nós, muito além das aparências.

Afinal, quanto mais profunda a raiz de uma árvore, mais alto pode chegar sua copa. Da mesma forma, quanto maior a sombra de uma pessoa, maior é a sua luz.

Escorpião não tem medo de encarar a dor e o sofrimento e esta é a sua grande força!

Oposto ao signo da segurança, Escorpião sabe que é preciso sair da zona de conforto para crescer. Ele mergulha profundamente, sem demagogia, e enfrenta os infernos pessoais com verdade e fidelidade pois, ele sabe que as coisas são como são.

Sendo assim, Escorpião é muito intenso e fiel. Se ele te odeia, ele odeia de verdade e se te ama, também é de verdade. Para ele, não há meio termo, tudo é 8 ou 80. Inclusive ele é o 8º signo do zodíaco, número este que simboliza o infinito – o eterno nascer e morrer.

Como Escorpião encerra o ciclo dos signos regidos pelos planetas pessoais, ele nos prepara para uma nova jornada que está além de nós, que é espiritual e metafísica, a qual encontramos nos signos regidos pelos planetas sociais. Mas isso, vamos descobrir nos próximos textos. Te espero lá!

Por Erika Roldão
@astraldosplanetas

Gostou? Então veja abaixo mais matérias da Erika pra o Mundo Ela:

Libra, crio beleza no equilíbrio dos opostos

Virgem, corpo são, mente sã

Leão, orgulho de ser quem sou

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Astrologia

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luciana Ferreira

Adorei !!!! Muito bom!