Mundo Ela

Sagitário, cavalgo com liberdade rumo ao celestial

sagitário

Foto: Pixabay

Após acessar os mistérios e as profundezas mais remotas da existência, é preciso ter muita fé para se elevar e foco para atingir a luz. Isto é, a seguir ao signo da morte e renascimento, Escorpião, o signo de Sagitário chega com um descomunal otimismo trazendo alegria e vontade de viver.

Sendo um signo do elemento fogo, ele possui uma hilaridade nata e enorme força de propulsão. Essa força ganha mais potência por reger, em nosso corpo, a região das coxas, o fêmur e suas artérias, partes responsáveis por nossa locomoção e movimentos de elevação. Sendo assim, este signo representa as grandes e longas viagens rumo ao estrangeiro e às grandes subidas.

Representado por um centauro arqueiro, Sagitário possui 3 facetas: o animal, que é o lado irracional, reptiliano, que atende aos instintos básicos e desejos indômitos; o homem, que é racional, capaz de fazer escolhas mais elaboradas, pensadas e consequentes e, por fim; a flecha, a qual aponta para a luz divina, muito além da compreensão humana, na busca pela verdade celestial.

Foto: iStock

O nono signo é o primeiro da roda zodiacal a ser regido por um planeta social, anunciando as atribuições coletivas desencadeadas a partir daqui e que seguirão até o último signo.

Sagitário é regido por Júpiter, o planeta da abundância, sorte, boa fortuna e a bem-ventura. Dessa forma é o grande deus do Olimpo, o qual comanda as leis do universo (observe, não somente as dos homens).

Sendo assim, Sagitário é o signo da liberdade, alegria, idealismo, bom humor, alto astral, confiança, entusiasmo (cheio de Deus) e euforia (luz perfeita), É a chama da sabedoria e a vaidade do intelecto.

É aquele que perde o amigo mas não perde a piada, o primeiro a topar uma aventura e o último a ir embora da festa. Quem tem limite é município, já disse algum sagitariano por aí. Por gostar de viajar e filosofar, são pessoas cheias de assuntos e facilmente estão rodeadas de pessoas.

De natureza mutável, Sagitário possui grande habilidade de adaptação e não costuma se apegar a nada, Sua fé o faz crer que tudo vai dar certo e se algo não der, ele pensa “se não rolou é porque não era para ser” e vida que segue.

Esse lado mutável é visto facilmente em seu paradoxo de ser altamente sociável e, ao mesmo tempo, possuir um lado eremita que fica só na busca de sua verdade interior.

O que Sagitário tem a aprender com o mundo?

A ser prudente.

Ele literalmente não precisa de ninguém para o prejudicar, ele sozinho coloca sua vida em perigo. Pois o excesso de otimismo e os inconsequentes exageros sagitarianos podem colocá-lo em grandes enrascadas e até riscos de vida por acidentes ou doenças.

As atitudes provenientes do lado indômito e festeiro deste signo podem sobrecarregar sua saúde pelos excessos, seja de álcool, comidas gordurosas, falta de controle na rotina, com os horários, o sono, etc. Por sempre querer mais e mais e dificilmente se sentir satisfeito, pode desenvolver problemas no fígado, órgão este regido pelo planeta Júpiter.

Enxergar o que está próximo de si e reconhecer a realidade do seu meio ambiente.

Por ser um signo muito focado no alto e em chegar além, seu oposto complementar Gêmeos tem a ensinar a Sagitário a olhar para seu entorno, ao que está acontecendo na sua frente, uma vez que muitas vezes ele não vê por estar olhando para o alto. Além disso, Sagitário tem preguiça dos assuntos cotidianos e burocráticos. Tudo isso é um blá blá blá para este signo pois, “há tanto a ser descoberto e um mundo superior muito mais interessante a ser desbravado, por que me ligar a assuntos chatos?” Mas Sagitas, vocês estão na Terra habitando um corpo físico, precisam cuidar dele.

Outra atenção importante é o fanatismo religioso. Na busca pela verdade divina este signo pode confundir espiritualidade com religião e não se trata disso. Afinal, este signo é o arquétipo da liberdade e colocá-lo na caixinha religiosa tira todo o sentido.

Além disso, as piadinhas fora de hora e a vontade de zoar podem ser bem inconvenientes e alguns sagitarianos podem ser do tipo sem noção e grosseiros.

O que Sagitário tem a oferecer ao mundo?

Expansão da consciência.

Juntamente com Gêmeos, Sagitário forma o eixo do saber. Em Gêmeos, olhamos para todos os lados com curiosidade e aprendemos um pouco sobre tudo. Já em Sagitário escolhemos o aprendizado que vamos nos aprofundar, no qual focamos, capacitamos, graduamos e tornamos mestres.

Destemido, ele cumpre a missão de ir além e atingir as altas esferas espirituais.

O adjetivo sagital significa aquilo que tem forma de seta, do latim sagitta. A seta é capaz de atingir o alvo a uma grande distância e com eficácia e precisão.

Sendo assim, seu grande desafio para realizar tal tarefa é não saciar os desejos do cavalo desgovernado que o impulsiona para baixo e ser o homem / indivíduo que, está ao centro, entre as patas equinas e a flecha divina, equacionando e lidando com consciência dessa triplicidade. Quando no mais alto grau evolutivo, este signo é capaz de ultrapassar até mesmo a natureza humana.

Ousado e repleto de luz, Sagitário nos ensina que tudo que focamos expande, constatando a importância de sermos seletivos e assertivos em nossas escolhas. Sua fé e busca constante pelo conhecimento aprimorado nos preparam para a esfera dura das realizações que virá a seguir, em Capricórnio.

Sagitário não se importa com a dureza mundana e reinventa o mundo com seu otimismo e alegria, nos elevando para uma realidade muito além, alegre, abundante e extremamente divertida.

Por Erika Roldão
@astraldosplanetas

Gostou? Então veja abaixo mais matérias da Erika pra o Mundo Ela:

Escorpião, é preciso morrer para nascer

Libra, crio beleza no equilíbrio dos opostos

Virgem, corpo são, mente sã

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Astrologia

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Samara Ferreira

Descreveu o signo de Sagitário perfeitamente!!!