Mundo Ela

Guia básico para alcançar a felicidade

A felicidade é o desejo de todos. As pessoas buscam por ela e vivem a sua espera. Mas você sabe o que realmente pode fazer para ser feliz?

Felicidade

Se te perguntassem qual o seu maior sonho, o que você responderia? Com certeza grande parte das respostas seria: ser feliz!

A felicidade é o desejo de todos. As pessoas buscam por ela, trabalham por ela, vivem a sua espera.

Mas você sabe o que realmente pode fazer para ser feliz? Essa pergunta alfineta o cérebro diversas vezes.

Será que a felicidade depende da gente ou a recebemos como uma graça Divina?

Acreditar ajuda!

Acreditar que os seres humanos são abençoados por Deus, crer que o Criador Supremo se importa com cada um e os abençoa. Essa fé promove um valor especial, que independente das circunstâncias pelas quais as pessoas passam, fortalece a alma.

Mas a felicidade não depende só Dele, mas também das atitudes e pensamentos de cada um.

Os hábitos e a felicidade

Hábitos simples, rotineiros, impactam a vida das pessoas de forma silenciosa. Em atitudes e pensamentos repetidos no dia-a-dia essa tal felicidade vai sendo construída, de forma sutil, mas também pode ser afastada.

O corpo humano necessita ser nutridos por alimentos, mas também do que recebemos através dos olhos, dos ouvidos, do tato e do coração. Dessa forma, podemos dizer que nossos hábitos são responsáveis por completar essa nutrição.

Os hormônios e a felicidade

Você sabia que o cérebro produz hormônios e substâncias que são relacionados com a felicidade e com a sensação de bem-estar?

A produção dessas substâncias está diretamente ligada aos hábitos. Seja pelo hábito alimentar, seja pelo modo de como ver o mundo, dentre outros costumes que podem sim influenciar os nossos pensamentos e, consequentemente, a nossa felicidade.

A frequência do homem é elevada quando este é tocado de forma positiva, como em um abraço, ou a partir de sentimentos guardados no coração, como o amor e a gratidão.

Endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina são as substâncias relacionadas à felicidade, que são produzidas pelo cérebro humano a partir de determinados estímulos. E é aqui que a interferência dos hábitos é percebida quando relacionada com a felicidade.

Se você acha que são necessárias atitudes extraordinárias para a liberação desses hormônios, você está enganado! Simples atitudes como tomar sol, exercitar-se, abraçar e sentir-se abraçado, conversar olhando nos olhos e comer chocolate quando se está com vontade são alguns comportamentos que resultam na liberação dessas substâncias no cérebro.

Além disso, situações menos corriqueiras, como se sentir parte de um projeto, perceber que alcançou um objetivo ou que venceu um desafio, sentir que é amado por quem ama, perdoar e sentir-se perdoado, também liberam esses hormônios.

Hábitos ruins afastam a felicidade

O oposto de tudo que falamos até aqui, infelizmente, também é verdadeiro. Passar a maior parte do dia em ambientes fechados, ter pouco contato olho no olho, não ver o horizonte.

Alimentar-se do que não é bom, ter um sono de má qualidade, relacionar-se com pessoas que não te tratam com o respeito e o afeto devidos, guardar rancor no coração, sentir inveja. Todas essas atitudes afastam essa tão sonhada felicidade.

Hábitos ou atitudes rotineiras, tão mecânicas, por vezes até automáticas, funcionam como um guia diário. E esses dias podem ser leves, com uma rotina que gera um ciclo virtuoso de atitudes que se somam a favor da felicidade.

Mas esse caminho também pode ser pesado, doído, arrastado, alimentando um ciclo perverso de amargura, inveja, auto piedade e uma tristeza da vida. Aparentemente sem causa, mas que no fundo, pode vir de tudo de ruim que vemos, ouvimos, comemos, sentimos e vivemos.

Felicidade

Por isso é tão importante focar os olhos no que é bom, ouvir o que faz bem para a alma, comer o que alegra o corpo, sentir -se digno de ser amado e respeitado (não permitindo que ninguém fale o contrário), viver com hábitos que geram positividade na mente, no corpo e na alma.

Cumprir suas responsabilidades, aceitar bons desafios, respeitar o próprio sono. Cuidar do próprio corpo e da saúde. O caminho da felicidade passa pelos bons hábitos. Decidir por uma rotina saudável é o primeiro passo em direção a ela!

Dra. Fernanda Santos
@drafernanda.santos

Leia também:

O que falta para você ser feliz?

10 truques psicológicos para fazer com que as pessoas gostem mais de você

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments