Mundo Ela

Teve seu WhatsApp clonado? Saiba como evitar ataques de hackers no aplicativo de mensagens instantâneas

WhatsApp clonado

É inegável que a chegada do WhatsApp, em 2009, revolucionou a maneira como as pessoas passaram a se comunicar virtualmente.

As ligações e mensagens de SMS passaram, cada vez mais, a ser substituídas por mensagens enviadas pelo aplicativo gratuito de comunicação instantânea.

Tanta tecnologia traz consigo muitos benefícios, mas também perigos àqueles que não tomam os devidos cuidados no mundo virtual, o que pode trazer prejuízos.

Recentemente, cresceram os ataques por parte de hackers à rede social WhatsApp, o que tem aumentado a insegurança das pessoas que utilizam a ferramenta no seu dia a dia. Há vários casos relatados de contas que foram invadidas, deixando o usuário de mãos atadas, sem saber a quem recorrer e como realizar a prevenção para que novos ataques não ocorram.

O aumento no número de casos de golpe é justificado pela falta de conhecimentos básicos de segurança na utilização do aplicativo, como por exemplo, o clique em links suspeitos e o repasse de dados pessoais.

Atualmente, duas maneiras estão sendo utilizadas para clonar contas de WhatsApp. A primeira delas consiste em espelhar o app em outro dispositivo, geralmente utilizando a ferramenta do WhastsApp Web. Esse caso, envolve aplicativos e programas de terceiros que replicam o conteúdo de um celular para o outro pela internet.

Outra maneira utilizada pelos hackers e pessoas má intencionadas, é o método SIM Swap, que conta com o auxílio de funcionários de operadoras telefônicas para desativar o número de celular de uma pessoa e repassá-lo a um novo chip SIM.

Esse tipo de golpe vem ocorrendo frequentemente e várias pessoas tem caído em golpes de pessoas que se fazem passar por outras para poder conseguir transferências bancárias. Uma dica é fundamental para evitar que seu número de WhatsApp seja clonado: ativar a verificação de dois fatores.

Veja como é fácil proteger sua conta:

1º passo: Para ativar a verificação de dois fatores abra as configurações do WhatsApp e selecione a opção “Conta”;

2º passo – Clique em “Confirmação em duas etapas” e, em seguida, escolha a opção “Ativar”

3º passo – Em seguida, você precisará definir um PIN (uma senha de seis dígitos) para proteger sua conta. Evite números sequenciais e datas de aniversário para dificultar o trabalho de invasores.

4º passo – O WhatsApp solicitará que você forneça um email para reenviar sua senha em caso de esquecimento. Digite o email e confirme-o na tela seguinte.

5º passo – Conclua o processo e pronto! Feito isso você estará mais protegido ao ataque de terceiros. Periodicamente, o WhatsApp solicitará que você digite a senha escolhida.

Mas atenção, se você receber um e-mail supostamente do WhatsApp para desativar a verificação em duas etapas sem ter solicitado, não clique em hipótese alguma.

Outra pessoa pode estar tentando registrar o seu número no WhatsApp e invalidar o seu PIN atual.

Colunista: Rafael Angeli
@angelibh

Leia também:

Reutilização criativa – já ouviu falar em Upcycling?

Mulheres, Viagens e Transformação

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Colunistas