Mundo Ela

Crenças que dificultam o processo de emagrecimento

Foto de uma mulher usando uma calça jeans larga e um top branco representando as crenças que dificultam o seu processo de emagrecimento

Foto: Freepik

De uma coisa já sabemos: para que ocorra a perda de peso não existe milagre. Mas existem atitudes positivas que você pode tomar para facilitar o processo de emagrecimento. Uma delas é mudar a sua percepção em relação à dieta, “virar a chavinha” da sua mente.

Às vezes associamos as mudanças para emagrecer somente a algo negativo/pejorativo. Ou seja, todas as vezes que você começa um plano alimentar novo, uma nova tentativa de emagrecer e ser saudável, você vai associar na sua cabeça a restrição, a ideia de que não pode comer isso ou aquilo, de que os alimentos saudáveis são mais caros por achar que precisa comer determinados alimentos e de comprar os suplementos de alto valor.

Mas muitas vezes é mais simples do que você imagina. Pois o que você precisa mesmo é ressignificar e olhar para aquilo como uma alteração dos seus hábitos que trarão inúmeros benefícios. Pensando coisas positivas ao invés das negativas. Ao adotar novas atitudes você terá como recompensa a melhora da energia, melhora da concentração. Vai diminuir a ansiedade, vai se sentir melhor nas suas roupas e aumentar a autoestima. Vai melhorar o desconforto na digestão e azia, vai melhorar a dor de cabeça, vai melhorar qualquer doença que você tenha. Foque nesses pontos!

O principal fator que atrapalha qualquer emagrecimento e manutenção do peso é a falta de organização e a dificuldade para manter o peso está relacionada, principalmente, a não mudança de hábitos.

Qual o objetivo do emagrecimento?

Muitas vezes quando as pessoas procuram uma dieta é com o foco na perda de peso para um evento específico, como uma festa ou viagem.

No entanto, quando esse objetivo é alcançado elas esquecem e voltam a comer o que comiam antes, gerando o famoso efeito sanfona. Por esse fator vemos que para alcançar uma perda de peso significativa e duradoura é necessário fazer primeiro uma reeducação alimentar e introduzir mudanças de hábitos aos poucos para que façam parte do seu novo estilo de vida.

Somente seguir uma dieta restritiva pode te fazer perder peso, mas você não conseguirá mantê-la por muito tempo. Então, depois da dieta restritiva, você volta aos seus antigos hábitos e, muitas vezes, vive momentos de compulsão por ter se restringido tanto durante um período. Como consequência desse cenário o que ocorre na maioria das vezes é o ganho de peso até mesmo maior do que antes de iniciar a dieta.

Produtos “FIT” engordam?

Outro detalhe que pode te atrapalhar é acreditar que os alimentos denominados como “fit” não engordam. Com isso, você come exageradamente a receita ou produto fit na tentativa de suprir a vontade de comer determinado tipo de alimento. Por exemplo, o brigadeiro fit dificilmente vai ter o mesmo gosto de um brigadeiro original. Às vezes é melhor você comer um brigadeiro normal do que dez brigadeiros fit, que também possuem calorias e podem contribuir para o acúmulo de gordura.

Muitas vezes é melhor que você aprenda a comer determinados alimentos para ter controle da ingestão, ao invés de cortá-los da sua alimentação. Assim, você reduz as chances de ter um episódio de exagero. Muitas das vezes não precisamos parar de comer aquilo que tanto gostamos, basta reduzir.

E ai, nessa hora, pode aparecer a dúvida: para perder peso eu tenho que comer pouco e passar fome?

A resposta é não! Devemos melhorar a qualidade das refeições, incluindo fibras, fazendo você comer mais alimentos saudáveis e trazendo mais saciedade. Isso ajuda até mesmo quando você quer comer aquele prato mais calórico que tanto gosta. Saber equilibrar, por exemplo, um prato de massa com uma boa porção de legumes e salada e equilibrar a pizza com uma porção de rúcula e folhas verdes fará com que você se sinta saciado com menor quantidade desses alimentos. Deste modo você pode comer sem correr o risco de exagerar, já que no lugar de quatro fatias de pizza você irá comer apenas uma com outro acompanhamento como uma salada caprichada.

É aí que mora o segredo!

Outro questionamento comum é não saber por onde começar. A resposta é clichê: fazendo o básico, o simples, o que faz mais sentido para a sua rotina alimentar e, o mais importante: nunca parar! Fazer um pouquinho cada dia é o segredo para o sucesso! Aqui vão 5 dicas para o começo:

  1. Encontre uma rotina alimentar que seja possível à sua realidade diária;
  2. Inclua diariamente vegetais no seu almoço e jantar;
  3. Incorpore a prática de atividade física para que seja presente e constante;
  4. Descarte ideias de resultados rápidos e milagrosos – seja paciente;
  5. Aprenda a manejar as exceções e lembre-se de que o que você faz nos finais de semana também conta e vai ajudar ou prejudicar o seu processo de emagrecimento.

Por fim não fique aí pensando! Comece, comece hoje, comece agora! Comece aos poucos, mude um pouquinho a cada dia!

Continue, não pare! O sucesso não está em não falhar, mas sim em falhar, não desistir e persistir!

Em vez de se perder na ideia de que “amanhã vai ser diferente”, pense em fazer o que se deve fazer HOJE. Não empurrar a tarefa de melhoria para o dia ou semana seguinte é fundamental.

Enquanto você espera o momento ideal, a semana perfeita, a segunda-feira… enquanto você achar que precisa fazer 100% certo o tempo todo, nunca existirá esse dia e haverá sempre despedida, culpa e frustração. Se você ainda não sabe por onde começar, apenas COMECE!

Por Sara Morandi
@saramorandi

Leia também:

Custo fixo e variável, você sabe distingui-los?

Bolo de cenoura de caneca

Checkup de fragilidade do corpo, da mente e da alma

Seu cachorro se lambe demais?

Mas Campanha é emoção, mandato é ação.

Tiago Leifert substitui Faustão aos domingos mas só até estreia de Luciano Huck


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Dicas da Nutri
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments