Mundo Ela

Conheça mais sobre o jejum

jejum

Fotos: Freepik

Tem-se ouvido falar muito nos últimos dias sobre a prática do jejum e seus benefícios. É fato que praticá-lo pode trazer benefícios para a saúde e facilitar no processo de emagrecimento, mas, é importante entendermos como realmente funciona e buscar ajuda profissional para que sua prática seja bem orientada.

O jejum intermitente é um tipo de estratégia nutricional e pode ser utilizado como uma forma diferente de estimular o organismo.

Sua prática pode auxiliar no emagrecimento ao promover diminuição do consumo de calorias no decorrer do dia. Outros fatores positivos que o jejum proporciona são: flexibilidade metabólica e regulação dos hormônios de fome e saciedade; mantem baixos os níveis de insulina no sangue; detoxificação; modulação gênica (reparação de células danificadas); aumento do foco cognitivo.

O jejum de 11 a 12 horas é praticamente o nosso fisiológico, aquele do período noturno, enquanto dormimos. Beneficia o sistema cardiovascular, humor, saciedade e disposição.

O mais comum é o de 16/8 (16h em jejum e 8h disponível para comer) e pode ser feito em dias alternados ou dias corridos (de 7 a 15 dias).

Mas você sabia que existem dois tipos diferente de jejum?

  • Jejum calórico

Jejum calórico, fisiológico ou gástrico é aquele isento de consumo calórico. Durante o jejum fisiológico só é permitido ingerir líquidos não calóricos como água (com ou sem gás), café e chás não adoçados.

Este jejum é indicado para pessoas que não sentem fome na janela sem alimentação e buscam no jejum uma estratégia para a diminuição do consumo de calorias.

  • Jejum metabólico

No jejum metabólico podemos comer alimentos que contenham alguma caloria, mas que não estimulem a liberação de insulina. O maior estimulante de insulina é o açúcar e carboidrato (doces, pães, massas, cereais). Durante a prática é permitido o consumo de gorduras saudáveis.

É indicado para pessoas que se sentem cansadas ou com fome na janela sem alimentação e buscam foco cognitivo. Durante sua prática o corpo mantém baixo os níveis de insulina e continua utilizando gordura como primeira fonte de energia.

Pode haver a ingestão de coco fresco, mix de castanhas, café com óleo de coco, TCM (tipo de gordura de rápida absorção) ou manteiga ghee, por exemplo. Essas opções são termogênicas e pouco volumosas, ideal como pré-treino para quem pratica atividade física muito cedo, logo ao acordar e não sente vontade de comer uma refeição maior.

Afinal de contas, o jejum intermitente é uma boa estratégia para todos?

Sabemos que o jejum intermitente é um tipo de estratégia nutricional que vem sendo muito recomendada e falada nas redes sociais. Em relação aos objetivos estéticos, o ideal é sempre mudar a estratégia alimentar, para estimular o organismo de formas diferentes.

Para definir qual estratégia seria a melhor para você alcançar seu objetivo, é preciso levar em conta diversos fatores como aderência e individualidade biológica. Uma dieta pode ser facilmente aplicada a alguns indivíduos e aderidas com total êxito por eles, porém, a mesma estratégia, pode não ser encarada de forma positiva por outros.

Estudos demonstram que pular o desjejum está associado, para algumas pessoas, em mudanças no apetite e diminuição da saciedade, podendo levar à ingestão excessiva nas próximas refeições. Em contraste, tomar café da manhã é útil para regular o apetite e pode melhorar a resposta à glicose sanguínea e aumentar a sensibilidade à insulina na refeição seguinte. O café da manhã pode interromper o jejum prolongado da noite imediatamente. No entanto, quanto maior o tempo de jejum, maior a concentração de grelina (hormônio que estimula a fome).

Esses dados são de uma revisão sistemática com meta análise publicada em 2020 na revista Obesity Research & Clinical Practice que evidenciou que, em alguns casos, não realizar o café da manhã aumenta risco de sobrepeso e obesidade em mais de 40% e aumenta em 31% o risco de obesidade abdominal. ⠀⠀

Então, promover a prática de jejum intermitente em redes sociais com a ideia de que seria benéfica para todos, não é recomendado, principalmente levando em consideração casos de compulsão alimentar ou ansiedade. Precisa ser observada e bem direcionada.

Para se chegar à decisão de qual estratégia irá funcionar em cada caso, é necessária uma avaliação nutricional cuidadosa, sempre levando em consideração a individualidade e, principalmente, descartando os extremismos!

Ouça seu corpo e procure um profissional para te ajudar!

Por Sara Morandi
@saramorandi

Leia também:

Mix de Produtos

Você faria Turismo de Vacinação?

Quarentar



** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Dicas da Nutri

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo Santiago

Ola Pessoal, Tudo Bem ?
Sobre o Produto Diurético que a Marília Mendonça Comentou na Live do Programa ENCONTRO com Fátima Bernades que tem Ajudado ela com EMAGRECIMENTO.

Eu e minha Esposa Começamos a Fazer e não é que FUNCIONA MESMO
Eu PERDI 13 kg e a minha Esposa Perdeu 15 Kg. Estamos SURPRESOS com os Resultados

Eu consegui o Site caso vocês Queira é só acessar o ⬇️Site Aqui ➡️ http://bit.ly/DiurexFitPower-Site_Oficial