Mundo Ela

Tempo quente combina com vinho?

Tempo quente combina com vinho?

Foto: Pexels

Tempo quente combina com vinho? Com a chegada da primavera e das temperaturas mais elevadas que marcaram as últimas semanas, os apreciadores de vinho costumam trocar os tintos pelos brancos, rosés e espumantes. No entanto, muitos ainda têm dúvidas sobre como resfriar corretamente e manter a temperatura adequada da bebida nesse calor.

Antes de mais nada, keep cool! O primeiro passo é conhecer a temperatura ideal de serviço de cada vinho. Tendo essa informação em mente, seguimos para a segunda parte mais importante que é dispor de um recipiente adequado para conservar a bebida assim que ela for retirada da geladeira ou adega. Dessa forma, você evita que o vinho vá se aquecendo entre uma taça e outra e acabe perdendo alguma de suas características.

Se você tiver um refrigerador ou outro dispositivo climatizado à sua disposição o tempo todo, ótimo. Mantenha o vinho dentro dele e o retire somente quando for servir as taças. Tome cuidado somente para não deixar que a temperatura da bebida caia demais.

No caso de um restaurante ou passeio ao ar livre, existem alguns acessórios que podem ser muito úteis se a ideia é não permitir que a experiência seja prejudicada por um vinho que foi servido fora da temperatura ideal. Vamos a alguns deles:

Balde de gelo, cooler ou champanheira

São três opções práticas e bastante conhecidas. Todas cumprem muito bem o papel de manter e resfriar as bebidas. Uma dica é colocar um pouco de sal junto ao gelo, porque isso ajuda a diminuir o tempo que a bebida precisa para gelar.

Bolsa em plástico

A bolsa, que normalmente é utilizada para facilitar o transporte das garrafas, vem ganhando espaço em piqueniques, feiras ao ar livre e até mesmo em alguns estabelecimentos mais descontraídos. Tudo o que você precisa é encher a bolsa de gelo. Essa é uma opção prática e fácil de transportar.

Manta Térmica

A manta térmica envolve a garrafa de vinho, gelando-a mais rapidamente e ajudando a manter a temperatura ideal por mais tempo.

Gelo no vinho?

Vimos que vinho no gelo, pode. Mas e gelo no vinho, também pode?

Bem, colocar pedras de gelo diretamente na taça definitivamente não é uma boa ideia. À medida que o gelo derrete, o vinho vai sendo diluído e o equilíbrio duramente conquistado pelos enólogos durante a elaboração do vinho se perde com a adição de água. Então, o melhor é se planejar e resfriar a bebida com a calma que a ocasião pede. Assim, você terá uma experiência com a intensidade que merece.

Por Laura Baraldi
@laurabaraldi_


Gostou? Então veja abaixo mais matérias da Laura pra o Mundo Ela:

Explicando os vinhos de corte

Como formar uma adega particular

Vinho e saúde

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Inspiração
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments