Mundo Ela

Começa hoje a Semana Fashion Revolution

SEMANA FASHION REVOLUTION

Hoje, começa oficialmente a Semana Fashion Revolution. O evento vai de 19 a 25 de Abril de 2021.

Com cerca de 180 eventos, 100% digitais, organizados por representantes, estudantes e docentes de todo o Brasil.

Vamos todos perguntar #QuemFezMinhasRoupas!

Vamos todos em busca de uma moda mais limpa, justa e transparente!

Você sabe quem faz as suas roupas?

Sempre que venho por aqui falar sobre moda procuro trazer um conteúdo que vai além das tendências, porque considero necessário o debate sobre os impactos desse mercado nas nossas vidas.

Vários movimentos acontecem pelo mundo com o objetivo de repensarmos a industria da moda e consequentemente a nossa forma de consumo.

A compreensão e mobilização pela busca de respostas ecológicas abriu caminho para novas tendências, dentre elas a moda limpa.

Além disso, a criatividade e a habilidade que temos para transformar e nos adaptar farão com que tais tendências continuem seus processos de evolução, ganhando, a cada dia, mais seguidores e entusiastas.

Não digo apenas na estética, mas também na busca de soluções para uma moda mais limpa, ética e sustentável.

Foi preciso identificar e conhecer os caminhos percorridos por uma peça de roupa para entender que a moda é, acima de tudo, coletiva e política.

Não será um caminho fácil, considerando a ligação que roupas e acessórios tem com nossos, desejos, hábitos e auto estima.

Mas, os movimentos estão acontecendo e precisamos conhece-los e apoia-los!

Você já ouviu falar no Fashion revolution?

Foto: reprodução internet

O Fashion Revolution é um movimento global, presente em 100 países, que incentiva maior transparência, sustentabilidade e ética na indústria da moda acima de tudo por meio da:

conscientização, mobilização e educação.

O movimento foi criado após o desabamento do edifício Rana Plaza, que abrigava confecções de roupas em Bangladesh, no dia 24 de abril de 2013, deixando mais de 1.100 mortos e 2.500 feridos.

O Fashion Revolution surgiu para dizer basta!

Hoje, ao redor do mundo são desenvolvidas ações mobilizadoras para incentivar as pessoas a questionarem suas marcas favoritas ou seja convidando-as à simples, porém poderosa reflexão:

#quemfezminhasroupas

Por Débora Cruf
@cruf.art

Leia também:

Dica da nutri: 6 motivos que podem causar distensão abdominal e como aliviá-la

Saiba quais são os cuidados para preservar o cheiro do perfume

Datas especiais: você sabe como se planejar?


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Moda e Estilo