Mundo Ela

Melasma | O que é e como tratar

Foto: Site Diversita

É fato que nossa qualidade de vida e autoestima são afetadas quando o assunto são problemas de pele, seja pelo aspecto envelhecido, pelo surgimento de rugas, manchas ou perda de brilho.

Uma das queixas mais frequentes nos consultórios é o melasma, que se caracteriza por manchas acastanhadas, simétricas em face, colo ou raiz de membros.

A condição não tem causa completamente definida e acomete principalmente mulheres.

É desencadeada por fatores genéticos, hormonais, como o uso de anticoncepcionais e gravidez e, principalmente, devido a exposição à luz solar e luz visível.

O fato de vivermos em um país tropical de temperaturas altas é um fator impulsionador para que elas se instalem na face.

A medicina ainda não descobriu a cura para o melasma, mas existem cuidados e procedimentos que auxiliam no seu controle.

Entre eles, cito o uso do protetor solar diariamente, de duas em duas horas, independente do dia estar ensolarado ou não; o uso tópico de produtos clareadores, que devem ter sua prescrição individualizada por um dermatologista e medicamentos administrados via oral, como é o caso da luteína, do ácido tranexâmico, do polipodio leucotomos e do pignogenol (substâncias que combatem os radicais livres e aumentam a proteção solar).

Além dos tratamentos tópico e via oral, existem procedimentos que otimizam o tratamento do melasma e que trazem excelentes resultados. O Laser Spectra XT, um laser não ablativo que poupa as camadas superficiais da pele, e que por isso, pode ser realizado durante todo o ano é o que há de mais moderno para tratar o problema.

Ele entrega alta energia nas manchas em apenas 5 nanossegundos, gerando sua destruição (sem aquecer as células que produzem melanina).

Gostou? Encaminhe esse conteúdo para alguma amiga que sofre com este problema.

Por Dr Lucas Miranda
@drlucasmiranda.dermato

Veja abaixo mais matérias da Dr Lucas pra o Mundo Ela:

Ácido Hialurônico | Saiba como e onde usar

Harmonização Facial

A produção de colágeno diminui com o tempo?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Saúde e Cuidados
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments