Mundo Ela

Vulva e vagina | Amigas, mas não são a mesma coisa!

Foto de Polina Kovaleva no Pexels

Vulva e vagina | Boa parte das mulheres não tem intimidade com a própria vagina e quando questionadas, não sabem apontar o lugar certo

Na matéria passada falei sobre os mitos e tabus acerca do corpo e órgão sexual feminino. Por essas razões, hoje vamos começar a desmistificar essas questões.

Por incrível que pareça, nos dias de hoje como fisioterapeuta pélvica vivencio no meu dia a dia mulheres que não se conhecem nem um pouco.

Aliás, boa parte das mulheres não tem intimidade com a própria vagina.

Um estudo feito pela ONG britânica The Eve Appeal, que trabalha com a conscientização dos diferentes tipos de câncer do sistema reprodutivo, pediu para que mil mulheres apontassem para um desenho típico de livro de biologia onde ficava sua vagina – e as respostas foram surpreendentes.

Pois, entre as mulheres de 26 a 35 anos, metade não sabia apontar o lugar certo.

Por isso, hoje vou começar te mostrando como é e como funciona lá embaixo…

Para começar, vamos dar nome aos bois!

Vulva é toda a parte externa (digamos, da pepeca) que você consegue ver.

Nela você vai encontrar os grandes lábios, os pequenos lábios, o clitóris, a uretra (por onde sai o xixi) e o introito vaginal, ou seja, a entrada da vagina.

E a parte interna é denominada vagina. Ela vai da entrada da vagina (canal por onde sai a menstruação e entra o órgão masculino) até o colo do útero.

Foto: site Glamour Brasil

Já ouvi mulheres adultas falando que o xixi e a menstruação saem pelo mesmo “buraco”.

E recentemente, num reality show famoso uma participante disse que teria colocado um absorvente interno para que não acontecesse perda de urina durante uma prova de resistência.

Fiquei em choque. Uma mulher “antenada e descolada” falando aquilo. Causou um barulho no dia seguinte nas redes sociais com memes e piadas.

Mas, alguém duvida que muitas de nós riram de sem graça e pensaram… “Eu também achava a mesma coisa.”

A partir desse dia, percebi que esse desconhecimento de nós mesmas era comum entre as mulheres independente de idade, classe social ou do nosso julgo.

Dito isso, quero salientar também que não existe padrão para vulva! Elas são diferentes mesmo e está tudo bem.

Todas são normais. Elas serem diferentes é normal.

Não tem essa de vulva feia ou bonita, são variações como tudo em nosso corpo.

Então se você não tem a intimidade necessária com seu corpo, te convido a se conhecer melhor.

Pegue um espelho de mão e se olhe, identifique as partes que descrevi aqui. Se toque e perceba as diferentes sensibilidades.

E prepare-se para as cenas dos próximos capítulos…

Eu sou Karina Barros, especialista em fisioterapia pélvica e saúde da mulher.
@karinafbarrosfisio

Leia também:

Como melhorar a celulite

Por que o café bão é ruim?

Os tipos de taças para cada vinho


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Saúde e Cuidados

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
antônio

Se a mulher não sabe, imagine nós!