Mundo Ela

Os desafios que nos levam ao crescimento

desafio

Foto: iStock

Na confeitaria ou em qualquer área de atuação você precisa se qualificar e “se experimentar “ para conseguir superar cada desafio que é imposto no trajeto…

Você já parou pra pensar que quando você nasceu não sabia nem mesmo falar? Não sabia demonstrar que estava com fome, sede, dor, frio, calor e tantas outras coisas tão básicas que hoje fazemos automaticamente?

Pois então, na confeitaria ou em qualquer área de atuação você precisa se qualificar e “se experimentar “ para conseguir superar cada desafio que é imposto no trajeto.

Quando eu comecei com a confeitaria tradicional me lembro do meu primeiro bolo feito de forma profissional.

Foi para comemorar o aniversário de um primo meu, o ponto da massa não estava certo, a quantidade de recheio era bem menor da que temos como padrão hoje e a decoração levou cerca de 4 horas para ficar pronta, isso mesmo! Fora que levei um dia inteiro para conseguir fazer o bolo, montar e colocar para descansar!

Imagina só se eu tivesse desistido desse desafio?

Me lembro que no dia da decoração ninguém podia nem respirar lá em casa, qualquer coisa que pudesse interferir no meu sonhado resultado me irritava e amedrontava, nem a janela da cozinha da minha mãe eu deixei aberta nesse dia para que o vento não me incomodasse.

Hoje em dia, 2 anos e alguns meses depois do início dessa jornada deliciosa, me sinto segura, calma, e como uma amiga minha diz “parece que eu tenho uma máquina de xerocar bolo” , em razão da destreza e maior facilidade em produzir cada item.

Já tive vários desafios ao longo da jornada, como, por exemplo, a cliente estar na porta para retirar o ovo de Páscoa e quando eu vou entregar ele simplesmente derrete e desmancha na minha mão!

Hoje a minha dica é em razão da minha experiência, da minha jornada como confeiteira, na qual nunca desistiu mesmo quando tudo dava errado naquele dia, eu sou teimosa e isso tem um lado bom: pra desistir de algo eu tenho que tentar até a última gota de chance.

E não pense que tudo são flores, que eu nunca desisti de algo, porque certa vez eu fiz uma receita de quando cerca de 6 vezes, e nada fazia aquilo dar certo, até que eu cansei e comprei na padaria, rs.

Eu gosto de compartilhar essa experiência do quindim para reforçar a você que tentar é essencial e traçar outra estratégia não te faz menor ou pior que o outro.

Desista de desistir e tenha certeza que lugares altos vão te esperar, em qualquer que seja sua profissão de o seu melhor, que a recompensa uma hora chega.

Ah e só pra frisar, através daquele meu primeiro bolo profissional foi possível eu desenvolver outras receitas, conhecer o peso de cada tamanho de bolo, quantidade de recheio que eu preciso usar e algo tão essencial: como molhar o bolo!

Desistir não é uma opção pra mim, é pra você?

Com carinho, Mari Prates Cakes
@maripratescakes

Leia também:

Prefeitura de Belo Horizonte amplia vacinação para pessoas com 35 anos

Uma vacina que vale por duas vidas

Sono X Luz | O seu cérebro está apagado ou aceso?

Receita de Vó | Especial de férias



** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Últimas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments