Mundo Ela

Marrocos – um dos destinos liberados para Brasileiros

Marrocos

Foto: @janaelutraveldesigners

Marrocos é um país admirável, colorido e fascinante, mas mesmo assim ficava fora de roteiros de muitos turistas.

Porém, desde a liberação para brasileiros imunizados (ocorrida em julho) a pesquisa por voos para a cidade de Casablanca quase dobrou, chegando a crescer 99%. As vacinas liberadas são Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, Sputnik V e Sinovac (Coronavac).

Com belas mesquitas, grandes paisagens, uma cultura singular e gastronomia surpreendente, o Marrocos é uma viagem que certamente atende os sonhos daqueles que buscam o exótico. O Marrocos fica na costa oeste da África, a aproximadamente 8 horas e meia de voo direto do Brasil.

Foto: @janaelutraveldesigners

É um destino que, como muitos outros, exige um preparo antes da chegada. Por se tratar de uma cultura distinta da nossa é comum que nos deparemos com costumes que possam nos surpreender.

Apesar de se um país bem ocidentalizado, sobretudo devido a sua proximidade com a Espanha, e, mesmo sendo um país mais flexível com relação a certos tipos de comportamento é fundamental que o viajante se informe sobre a cultural local.   

As burcas (vestimentas que cobrem completamente o rosto e corpo das mulheres) aparecem bem menos no país do que o djellaba, uma túnica longa, usada tanto por homens quanto por mulheres – no caso delas, complementada por um capuz ou véu.

Um dos hábitos da cultura do país é comer com as mãos, ou com a ajuda de pão marroquino, e sempre com a mão direita. Os marroquinos têm o costume de beber chá com hortelã e você será convidado inúmeras vezes para beber um chá.

As principais cidades a serem visitadas são Rabat, Marrakech, Fes, Meknes e Casablanca.  Mas é claro que um planejamento desenhado de forma personalizada com certeza irá contemplar regiões e atrações com significados únicos para cada viajante.

Foto: @janaelutraveldesigners

Rabat além de ser a capital é a cidade com maior relevância administrativa e política do país. Possui um clima muito agradável e as principais atrações estão estruturadas próximas a Antiga Medina e à Orla.

Marrakech é conhecida como a cidade vermelha devido às cores de sua arquitetura, muitas de suas construções lembram a cor vermelha. Com mais de 1 milhão de habitantes, é uma das cidades mais visitadas com belas mesquitas, uma culinária ímpar, muita história e mercados onde se encontra de tudo. Marrakech não costuma decepcionar seus visitantes, muito pelo contrário, a maioria volta fascinado.

Fes é considerada a capital cultural do Marrocos e possui a universidade mais antiga do mundo, que fica dentro da medina. A arquitetura típica das casas nas medinas mais tradicionais não utiliza janelas. A cidade já foi capital do país inúmeras vezes e é a segunda maior cidade do Marrocos, só ficando atrás de Casablanca.

Meknes faz parte das chamadas cidades imperiais do Marrocos (que já foram capitais, ou são), juntamente com Rabat (capital atual), Fes e Marrakech. É uma cidade forte em agricultura e fica em uma região produtora de vinhos.

Casablanca – Casa (como é chamada pelos habitantes locais) não é muito turística, mas é a cidade mais cosmopolitana e ocidental de Marrocos. Oferece belas paisagens e monumentos a serem visitados. Nessa cidade é possível vivenciar o autentico dia a dia marroquino.

Devido ao contexto atual algumas exigências precisam ser ressaltadas e sempre reconfirmadas.

Visto não é obrigatório, entretanto o passaporte precisa ter validade mínima de 6 meses. O seguro viagem é recomendado. Os viajantes que apresentarem certificado internacional válido de vacinação completa contra COVID-19, com o uso de vacina aprovada, estão isentos dos requisitos de quarentena, no entanto devem apresentar um resultado de teste PCR negativo na chegada.

Foto: @janaelutraveldesigners

Assim sendo uma viagem como essa precisa ser pensada nos detalhes; desde o meio de transporte que será utilizado internamente, requisitos a serem cumpridos, passando pelas experiências que se busca vivenciar até ao que se pretende trazer como bagagem na memória.

Mas uma coisa é certa, você nunca esquecerá esse destino!

Por Luciana Ferreira
@janaelutraveldesigners

Leia também:

Dicas de beleza nas redes sociais

Como formar uma adega particular

Como será o futuro das minorias no Afeganistão?

Saiba o que vem por ai nos Esportes


** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Viagens
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments